7.6.08

31 maio 2008

.
De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento
.
Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento
.
E assim quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama
.
Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure
.

4 comentários:

Catarino disse...

Vi seu blog no Notícias da Bota e vim conhecer.
Convido que visite meu blog e caso queira podemos fazer parceria para divulgação dos blogs.
Deixe recado no meu blog.
Abraço

Cris disse...

Anne

Que coisa mais linda essa foto minha amiga !!!!!!

Auguri... auguri !!!!

viva gli sposi !!!!

Dentro da Bota disse...

Passando para conhecer...
Abraços...

Regina disse...

Ciao Anne!
belle, belle le foto.
Il diario bellissimo.
vedo che sei molto precisa e sa quello che vuloe.
Auguri a te e a Simeon.
Baci
Regina