12.2.10

Meu feijão amigo.

Na Itália não se tem o hábito de comer feijão como no Brasil embora eles tenham muitos pratos em que se usa feijão. Geralmente os dois tipos de feijão consumidosão pelo italiano é o que eles chamam de borlotti e o cannellini (um marron escuro e outro marron claro). Já o feijão preto muitas vezes desaparece das pratileiras e vem do México.

Uma comida típica da Toscana é o feijão com linguiça; em poucas palavras se trata de cozinhar em uma panela a salsicha e o feijão que tem que ser cozido e escorrido (ou seja, sem o caldo), tudo isso em abundante molho de tomate peneirado. Eles dizem que nossa feijoada é "pesada", mas eu garanto que o tal "salsiccia e fagioli" é uma bomba!

Bem, o feijão contém antioxidantes minerais, fonte de amido resistente e fibras dietéticas. Pode ser feito em diversos modos... mas eu sentia falta de um em especial e todo brasileiro: do feijão amigo. Caldo de feijão batidinho no liquidificador com direito à torresminho e cheiro-verde.





Ótimo como aperitivo no verão se acompanhado de uma cerveja gelada, com uma cachacinha esquenta no inverno. E aquele torresminho bem saboroso e crocante por cima, com uma gotinha de azeite... Não tem coisa melhor!

Hummm acho que vou até a cozinha!

2 comentários:

Allan Robert P. J. disse...

Curioso: quando morava no Brasil não passava sem feijão. Hoje já não ligo muito e passo dias sem comer. Mas, de vez em quando, vem aquela vontade de feijoada e vou pra cozinha - tem que ser inverno - faço a feijoada, deixo a panela no balcão da cozinha até o dia seguinte para que o frio mantenha todo o sabor, retiro a gordura que se acumula na parte de cima no dia seguinte e não sobra nada. Pecado que encontrar paio e couve por aqui é muito difícil, mas ninguém reclama. :)

Annita Perla disse...

Allan, também não encontro paio mas a couve sim... uso folhas de cavolo nero que tem um gostinho bem parecido.
Abraços
:)